Carneiros da raça “Blinkhaar Ronderib Africânder”

Blinkhaar Ronderib Afrikaners
Esta é uma raça indígena, de "cauda gorda" e esses animais fortes têm uma longa história. Os carneiros Africânder originais são aqueles que Jan van Riebeek (primeiro colonizador holandês da África do Sul) comerciou com "Harry, o 'strandloper' (parte da tribo hotentote que vivia no litoral da Província do Cabo Ocidental)" em 1652, quando a os holandeses chegaram à África do Sul.

A fama desta raça específica de carneiros é devida à quantidade e qualidade de gordura que eles possuem nas suas caudas. Essa gordura é usada principalmente durante a temporada de caça. Os caçadores usam a gordura na preparação da "droëwors", que é uma linguiça seca feita da carne de caça. As peles dos Africânders eram usadas na fabricação dos famosos cobertores de pele.

O primeiro rebanho de carneiros Africânder foi adquirido em uma venda de dissipação completa do rebanho; porém, o agronegócio compra novos carneiros com frequência, a fim de melhorar o rebanho.

Há também uma grande procura por carneiros "provocadores" (teaser) Africânder. A raça Africânder é a única raça ovina que, quando o carneiro cruza com a ovelha, ele produz um feromônio que leva a ovelha a super-ovular.

O Truste Comercial Wiese concentra-se na venda de carneiros provocadores de raça Africânder para servir de material reprodutor.